Boa noite! Hoje é quarta-feira, 19 de setembro de 2018 | 21:22

Conquistas do Espírito / Web Rádio Vida Espírita - Andradina/SP
Imprimir matéria

15/02/2018 [06h42] | Momento Espirita

Conquistas do Espírito

Conquistas do Espírito

Ela nasceu no México, em uma cidade chamada São Miguel de Nepantla.


Filha de um pai basco e de uma mãe índia, cedo mostrou seus dotes intelectuais e sua rara inteligência.

Aos três anos aprendeu a ler e aos cinco iniciou a escrever versos.

Seu sonho era estudar. Por isso, ao saber que existia algo chamado Universidade, onde havia acesso à ciência, ao saber, pediu ao pai que a matriculasse.

Mas, aqueles eram tempos em que para a mulher não se abriam tais possibilidades.

O mundo intelectual era dos homens. Ela frequentou, por três anos, a corte do vice-rei, no intuito de travar contato com cabeças privilegiadas.

Não logrou o êxito que idealizava.

Por fim, adentrou o convento de São Jerônimo da Conceição.

Estudou dogma, direito canônico, medicina, astronomia. Tornou-se pintora miniaturista.

Escreveu peças teatrais, poemas, música sacra.

Quando foi repreendida, pela ousadia de adentrar o campo científico e cultural, defendeu o direito da mulher de se ilustrar.

Considerada a primeira feminista da América Latina, Juana Inês de La Cruz responde aos argumentos pobres com que a agridem, com a sabedoria de quem se aprofundara nas letras e nas ciências.

Busca na Bíblia, na mitologia, os vultos femininos que marcaram época pela sabedoria e competência.

Recorda Débora, fazendo leis; a sapiente rainha de Sabá; Ester; Aspásia Milesia que ensinou filosofia e retórica.

Cita o Cântico de Maria, mãe de Jesus, para justificar a sua poesia: A minha alma glorifica o Senhor; e o meu Espírito exulta em Deus meu salvador.

Porque lançou os olhos para a baixeza da sua escrava; portanto, eis que, de hoje em diante, todas as gerações me chamarão bem-aventurada.

Juana Inês de La Cruz morreu no ano de 1695, durante uma epidemia de peste.

Contraiu a enfermidade atendendo as suas irmãs do convento.

Seu vulto, até hoje, é venerado no México, como das mais nobres personalidades que viveram na América Latina.

Uma mulher no século XVII. Enfrentou os preconceitos de seu tempo. Conviveu com a inveja dos que a desejavam calada, a fim de que a sua inteligência e sabedoria não se evidenciasse.

Nada a abateu. Como uma estrela de sublime grandeza, ela brilhou, conquistando intelecto e moral.


*   *   *

Quando as cores sombrias da adversidade pretenderem toldar o céu da tua vida, pensa que és capaz de as afugentar.

E segue sempre.

Não te permitas abater pelas críticas tolas, pelos obstáculos que se interponham aos teus sonhos.

Persiste e vence.

Fonte: Texto com base no cap. Juana de Asbaje; no cap. Sóror Juana Inês de La Cruz do livro A veneranda Joanna de Angelis, ed. LEAL e

Comentários

Outras matérias

  • Momento Espirita

    A dor transformada em poesia

    A Internet é um veículo baratinho para se brincar de ator. - Afirmou determinada colunista em matéria de jornal. Na grande maioria do tempo, o mundo das redes sociais parece ser um mundo paralelo, distante da realidade. fotos de pratos de comida e sorri...
  • Momento Espirita

    É preciso saber viver

    Dois grandes vultos da música brasileira, certa vez, compuseram os seguintes versos: Toda pedra do caminho você pode retirar. Numa flor que tem espinho, você pode se arranhar. Se o bem e o mal existem, você pode escolher. É preciso saber viver. A ...
  • Momento Espirita

    Construção do amor

    Ele é um homem maduro, casado há mais de vinte anos. Tem um casaco marrom, que teima em usar em todas as ocasiões. O casaco está curto e, é claro, um pouco apertado. Porque esse homem não tem o mesmo corpo de bailarino espanhol que tinha ao se casar....
  • Momento Espirita

    A outra janela

    A menina debruçada na janela trazia nos olhos grossas lágrimas e o peito oprimido pelo sentimento de dor causado pela morte do seu cão de estimação. Com pesar, observava atenta o jardineiro a enterrar o corpo do amigo de tantas brincadeiras. A ...
  • Momento Espirita

    O preço de uma vida

    Quando, em nosso país, tantas vozes se erguem na defesa da eliminação da vida, uma pausa para reflexão se faz devida. Quanto vale uma vida? Será que, por não ser ainda alguém que contribui para a sociedade, por não ter voz suficientemente alta para s...

RECADOS

  • Goreti Frey | Jaguarão - RS

    Amei essa rádio, é tudo de bom

    31/07/2018 às 18h49

  • ovidio de tomaszewski | goiania - GO

    Excelente conteudo da programacao. Boa mesmo. Da gosto ouvir o tempo todo. Parabens para a equipe organizadora. ...

    04/06/2018 às 15h29

  • Maria | São Paulo - SP

    Adoro as palestras da anete Guimarães, mas li em vários lugares que ela não é psicóloga como ela diz? POR favor me tirem...

    27/04/2018 às 13h29

Escrever recado

NOVIDADES

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

«« Web Rádio 'Vida Espírita' - Andradina/SP - Divulgando a doutrina espírita! - Copyright © 2018 Todos os Direitos Reservados »»
0%
Streaming GuboHost