Bom dia! Hoje é segunda-feira, 22 de julho de 2019 | 03:22

A DÁDIVA DE VIVER / Web Rádio Vida Espírita - Andradina/SP
Imprimir matéria

10/03/2019 [06h56] | Reflexões

A DÁDIVA DE VIVER

A DÁDIVA DE VIVER
    Por vezes, você caminha pela vida com o olhar voltado para o chão, pensamento em desalinho, como quem perdeu o contato com sua origem divina.

    Olha, mas não vê... Escuta, mas não ouve. Toca, mas não sente...

    Perdido na névoa densa que envolve os próprios passos, não percebe que o dia o saúda e convida a seguir com alegria, com disposição, com olhar voltado para o horizonte infinito, que lhe acena com o perfume da esperança.

    Considere que seu caminhar não é solitário e suas dores e angústias não passam despercebidas diante dos olhos atentos do Criador, que lhe concede a dádiva de viver.

    Sua vida na terra tem um propósito único, um plano de felicidade elaborado especialmente para você.

    Por isso, não deixe que as nuvens das ilusões e de revoltas infundadas contra as leis da vida, tornem seu caminhar denso e lhe toldem a visão do que é belo e nobre.

    Siga adiante refletindo na oportunidade milagrosa que é o seu viver.

    Inspire profundamente e medite na alegria de estar vivo, coração pulsante, sangue correndo pelas veias, e você, vivo, atuante, compartilhando deste momento do mundo, único, exclusivo. E você faz parte dele.

    Sinta quão delicioso é o aroma do amanhecer, o cheiro da grama, da terra após a chuva, do calor do sol sobre a sua cabeça, ou da chuva a rolar sobre sua face.

    Sinta o imenso prazer de estar vivo, de respirar. Respire forte e intensamente, oxigenando as ideias, o corpo, a alma.

    Sinta o gosto pela vida. Detenha-se a apreciar as pequeninas coisas que dão sentido à vida.

    Aquela flor miúda que, em meio à urze sobrevive linda, perfumosa, a brilhar como se fosse grande.

    Sinta-se vivo ao apreciar o vôo da borboleta ou do pássaro à sua frente.

    Escute os barulhos da natureza, a água a escorrer no riacho, ou simplesmente aprecie o céu, com suas nuvens a formar desenhos engraçados fazendo e desfazendo-se sobre seus olhos.

    Quão maravilhosa é a vida!

    Mas, se o céu estiver escuro e você não puder olhá-lo, detenha-se no micro universo, olhe o chão.

    Quanta vida há no chão...

    Minúsculos seres caminhando na terra, na grama...

    A formiga na sua luta diária pela sobrevivência...

    A aranha, a tecer sua teia caprichosamente, e tantas coisas para ver, ouvir, sentir, cheirar, para fazer você sentir-se vivo.

    Observar a natureza é pequeno exercício diário que fará você relaxar, esquecer por instantes as provas, ora rudes, ora amenas, que a vida nos impõe.

    Somos caminhantes da estrada da reencarnação, somando, a cada dia, virtudes às nossas vidas ainda medíocres, mas que se tornarão luminosas e brilhantes.

    Aprenda a dar valor à dádiva da vida. Isso fará o seu dia se tornar mais leve e, em silêncio, sem palavras, sem pensamentos de revolta, você terá tido um momento de louvor a Deus.

    Aprenda a silenciar o íntimo agitado e a beneficiar-se das belezas do mundo que Deus lhe oferece.

    A sabedoria hindu aprecia, na natureza, o que Deus desejou para ela: que fosse aliada do homem no seu progresso, oferecendo o alimento, dando-lhe os meios de defender-se das intempéries.

    E, sobretudo, sendo o seu colírio diário suavizando as aflições da vida.

    Pense nisso, e aprenda a dar graças pela dádiva de viver.

Fonte: Texto com base em mensagem do Espírito Stephano, psicografada por Marie-Chantal Dufour Eisenbach, na Sociedade Espírita Renovaç

Comentários

Outras matérias

  • Artigos

    A metamorfose

    Interessante se observar uma borboleta pousada sobre uma folha nova, especialmente escolhida por ela. Uma que não caia antes da saída das lagartinhas do ovo. Ela dobra o abdome até sentir a face inferior da folha e ali coloca o ovo. Por essas maravilh...
  • Reflexões

    A recompensa da gratidão

    Ela viera das terras distantes de Cesaréia de Filipe, na Decápole. Era considerada impura, pois há doze anos um fluxo sanguíneo não a deixava. Recorrera a todos os métodos possíveis, na ânsia da cura. Tudo inútil. Seu mal era considerado um sinal de de...
  • Reflexões

    A porta do lado

    Como anda nosso nível de exigência em relação à vida? Somos daqueles que queremos que tudo sempre dê certo, e que não admitimos falhas, aborrecimentos?
  • Reflexões

    Os instrumentos da perfeição

    Naquela noite, Simão Pedro trazia na alma grande desgosto.Havia tido problemas com parentes complicados e rudes.Velho tio o havia acusado de esbanjar os bens da família e um primo o ameaçara esbofetear na via pública.Guardava, por isso, a face carregada.Q...
  • Artigos

    A fé

    A fé é o maior tesouro da alma...

RECADOS

  • Pierre Braga | Varginha - MG

    Ouça músicas espíritas; https://www.palcomp3.com/pierrebraga2018/discografia/musicas-espiritas/

    16/03/2019 às 12h17

  • DIVA ZENAIDE CAPPI DE CAMPOS | Campo Grande - MS

    Gostei muito do trabalho de divulgação da doutrina, lindo fundo musical. Nasci em Andradina em berço espírita. Parabéns.

    13/02/2019 às 16h56

  • Camilla Dutra | Campinas - SP

    Gostaria de saber qual a formação da Dra. Anete. Mesmo que não concluída.

    06/11/2018 às 17h59

Escrever recado

NOVIDADES

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

«« Web Rádio 'Vida Espírita' - Andradina/SP - Divulgando a doutrina espírita! - Copyright © 2015-2019 Todos os Direitos Reservados »»
0%
Streaming Local7 Sites