Bom dia! Hoje é segunda-feira, 22 de julho de 2019 | 03:08

Com fé e alegria / Web Rádio Vida Espírita - Andradina/SP
Imprimir matéria

09/05/2019 [06h59] | Reflexões

Com fé e alegria

Com fé e alegria

Paulo de Tarso, chamado Apóstolo dos gentios, reconhecendo não poder atender, pessoalmente, a todas as comunidades nascentes do Cristianismo, escreveu-lhes cartas.

Nelas, orientava aqueles grupos a respeito de como deveriam realizar a tarefa da divulgação do Evangelho de Jesus, tanto quanto estendia a solidariedade, enviando mensagens de encorajamento.

Dirigindo-se aos Filipenses, escreve dizendo da saudade dos amigos, a quem assegura amar.

E tece versos de verdadeira poesia em torno da alegria, rogando a todos que se mantenham fiéis ao Senhor da Vida.

Alegrai-vos sempre no Senhor. E novamente vos afirmo: alegrai-vos! 

Seja a vossa amabilidade conhecida por todas as pessoas. Não andeis ansiosos por motivo algum; pelo contrário, sejam todas as vossas solicitações declaradas na presença de Deus por meio de oração.

E a paz de Deus, que ultrapassa todo entendimento, guardará o vosso coração e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. 

Conclui os seus escritos àqueles servos de Jesus, convidando-os a louvar por tudo que for bom, verdadeiro, honesto.

Em síntese, traça um roteiro de vida, no qual não falta dizer das necessidades e dificuldades que todos padecemos.

Externa sua gratidão por terem sido atenciosos para com ele. Afinal, quem não precisa de cuidados, neste mundo?

Alguns de nós, às vezes, nos acreditamos autossuficientes, sem necessitar de outros. Temos problemas, mas não dizemos a ninguém porque pensamos em tudo resolver a sós.

No entanto, os grandes Espíritos, que andaram pela Terra, nos exemplificam que todos necessitamos uns dos outros. É da lei de sociedade. É da lei de amor.

O Apóstolo de Tarso ainda afirma, em sua carta, que não se acredita um necessitado, porque aprendeu a viver satisfeito em toda e qualquer circunstância.

Sabe o que é passar necessidade e o que é viver na fartura. Aprendi, escreve ele, o mistério de viver feliz em todo lugar e em qualquer situação, esteja bem alimentado, ou mesmo com fome.

Tendo muito ou passando privações. E afirma a sua fé, que isso tudo proporciona: Tudo posso nAquele que me fortalece.

Mas enfatiza agradecimentos pelo que os amigos lhe enviaram, uma doação que ele diz ter recebido como oferta de aroma suave.

Quantas lições para os dias atuais. Para as nossas vidas. Um convite à fé. Um convite à alegria. Também à gratidão.

Sabermos ser gratos por tudo que temos. Ou pelo que nos falta.

Pelos amigos que nos suprem tantas necessidades, nos enxugam lágrimas, nos oferecem o ombro amigo em dias de tempestade.

Sermos alegres pelo dia de sol, pela flor que desabrocha, pela cachoeira que se precipita das alturas, quase ensurdecedora.

Sermos alegres por termos despertado no corpo de carne mais uma vez. Pelo alimento que saboreamos. Por tantas pequenas coisas.

Um sorvete. O animal que vem ao nosso encontro, nos saudando.

Pela casa que temos, grande, média ou minúscula. Mas um lugar para voltar.

Um lar onde nos aguardam nossos amores: pais, esposos, filhos, irmãos. Ou simplesmente um cão.

Aprendamos a viver com fé e alegria. O dia apenas desperta. Tentemos.

Fonte: Texto com base na Epístola aos Filipenses, cap. 4.

Comentários

Outras matérias

  • Artigos

    A metamorfose

    Interessante se observar uma borboleta pousada sobre uma folha nova, especialmente escolhida por ela. Uma que não caia antes da saída das lagartinhas do ovo. Ela dobra o abdome até sentir a face inferior da folha e ali coloca o ovo. Por essas maravilh...
  • Reflexões

    A recompensa da gratidão

    Ela viera das terras distantes de Cesaréia de Filipe, na Decápole. Era considerada impura, pois há doze anos um fluxo sanguíneo não a deixava. Recorrera a todos os métodos possíveis, na ânsia da cura. Tudo inútil. Seu mal era considerado um sinal de de...
  • Reflexões

    A porta do lado

    Como anda nosso nível de exigência em relação à vida? Somos daqueles que queremos que tudo sempre dê certo, e que não admitimos falhas, aborrecimentos?
  • Reflexões

    Os instrumentos da perfeição

    Naquela noite, Simão Pedro trazia na alma grande desgosto.Havia tido problemas com parentes complicados e rudes.Velho tio o havia acusado de esbanjar os bens da família e um primo o ameaçara esbofetear na via pública.Guardava, por isso, a face carregada.Q...
  • Artigos

    A fé

    A fé é o maior tesouro da alma...

RECADOS

  • Pierre Braga | Varginha - MG

    Ouça músicas espíritas; https://www.palcomp3.com/pierrebraga2018/discografia/musicas-espiritas/

    16/03/2019 às 12h17

  • DIVA ZENAIDE CAPPI DE CAMPOS | Campo Grande - MS

    Gostei muito do trabalho de divulgação da doutrina, lindo fundo musical. Nasci em Andradina em berço espírita. Parabéns.

    13/02/2019 às 16h56

  • Camilla Dutra | Campinas - SP

    Gostaria de saber qual a formação da Dra. Anete. Mesmo que não concluída.

    06/11/2018 às 17h59

Escrever recado

NOVIDADES

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

«« Web Rádio 'Vida Espírita' - Andradina/SP - Divulgando a doutrina espírita! - Copyright © 2015-2019 Todos os Direitos Reservados »»
0%
Streaming Local7 Sites