Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 018991154364

Encontre o que deseja

NO AR

Rádio Vida Espírita

    Mensagens

Você acreditaria?

Publicada em 25/09/2022 as 06:39h por - 99 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:

Você acreditaria se eu lhe dissesse que há corações capazes de bater a mais de mil pulsações por minuto?

Acreditaria se eu lhe contasse que, a cada segundo, seu corpo produz quatro milhões de células novas sem você precisar sequer pedir?

Acreditaria que, nesta noite, sua cama irá viajar quilômetros e quilômetros ao redor do sol, e milhões de quilômetros pela Via Láctea? E que, ao acordar pela manhã, pensará que não saiu do lugar?

Inacreditável, não é mesmo? No entanto, são fenômenos que nos envolvem sem que percebamos, e que trazem consequências significativas em nossas vidas.

Podemos dizer que, muitas vezes, o impossível é apenas aquilo que nosso conhecer ainda não alcança.

Vejamos como os grandes cientistas encontraram barreiras com suas descobertas revolucionárias. Dizer que a Terra não era o centro do Universo. Que absurdo!

Assim, as sociedades terrenas condenaram, torturaram e até assassinaram aqueles que ousaram pensar diferente, que descobriram, pelos seus méritos, pelos seus estudos, que a verdade não era como, até então, estávamos aceitando.

Galileu Galilei foi processado por defender a tese de Copérnico de que a Terra não era o centro do Universo e sim o Sol.

Pelos idos de 1600, colocamos Giordano Bruno na fogueira. O crime desse filósofo, matemático e pensador italiano foi projetar a ideia de que, diante de tudo que havia compreendido do Universo, nada mais natural do que considerar a possibilidade de existirem outros mundos habitados.

Sempre faltou humildade ao homem para pelo menos dizer: Não sei tudo. Vamos, ao menos considerar esta nova hipótese. Vamos pensar mais, pensar além.

Curioso é que muitos de nós mantemos essa mentalidade de simplesmente negar aquilo que não compreendemos.

Quando nos apresentam a ideia de uma vida depois da vida, achamos absurda, fantasiosa.

Quando nos falam de Espíritos, de almas que sobrevivem à morte do corpo, fazemos brincadeiras, levando para o lado das crendices, sem nunca ter sequer lido a respeito dessa realidade.

Quando ouvimos a ideia da reencarnação, desconversamos. Nascer de novo? Como? Isso é invenção de mentes desequilibradas.

Será que não estamos sendo os mesmos que condenamos o pensamento de Galileu sobre as manchas solares?

Ou aqueles que rimos de Aristóteles, quando, antes da era cristã, já considerava a forma esférica do planeta Terra?

Será que não estamos silenciando Kepler, Descartes, Voltaire, uma vez mais?

Que tal nos propormos a analisar, pensar, refletir sobre as ideias espiritualistas que rasgam o véu do materialismo dominante e escolher o que queremos para nossas vidas?

Usemos a razão. O que faz mais sentido? Façamos perguntas sem medo.

A filosofia nos ensinou a questionar, a penetrar na essência de tudo. Sigamos nessa busca por uma vida melhor.

Lembrando que o impossível, pode ser simplesmente aquilo que nosso conhecimento ainda não alcança.

Redação do Momento Espírita
Em 16.9.2022.






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:



    ÚLTIMAS NOTÍCIAS
17/06/2023 - Mensagens Ouvir o coração
18/06/2023 - Mensagens A força dos bons
08/06/2023 - Mensagens Louvores vazios
07/10/2022 - Mensagens Menos é mais

Nosso Whatsapp

 018991154364

Visitas: 1158513 | Usuários Online: 6

Divulgação da Doutrina Espírita! Andradina/SP - 2023 - Todos os direitos reservados

Converse conosco pelo Whatsapp!